segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Política - Max Weber


O que é o poder político? Qual a origem do poder? Por que existem homens que obedecem e homens que impõem obediência? É na tentativa de responder a essas questões que o texto A Política, segundo o sociólogo Marx Weber, se projeta, utilizando já em sua introdução conceitos e opiniões de intelectuais de várias épocas, como burdeau, Jorge xifra Heras e Aristóteles.

A primeira questão foi respondida como “sendo a eficaz faculdade de regulamentar a conduta humana” (Jorge Xifra Heras). Dessa forma, sendo o poder um dos elementos do Estado, chegamos às duas indagações seguintes. De acordo com as pesquisas do sociólogo, os homens se submetem a um poder em virtude da ação dos que se julgam capazes de realizar, na prática, os valores consagrados pelo grupo. Portanto, essa relação é bipolar: de um lado, a vocação psico-social de alguns em se fazerem obedecer e, de outro, com a vocação psico-social da maioria de ser obediente.

Para Max Weber, o poder atravessou três etapas: poder difuso, poder personalizado e poder institucionalizado. Nesse capitulo, o texto é dividido em tópicos para melhor explicar o poder do Estado na visão do sociólogo:
1. o poder do Estado como a validade e a eficácia da ordem jurídica nacional
2. os poderes ou funções do Estado: legislação e execução
3. o poder Legislativo
4. o poder Executivo
5. Constituição:
5.1. conceito político de Constituição
5.2. constituições rígidas e flexíveis.

2 comentários:

FABIO SILVA disse...

Também ocorreu comigo a ideia de fazer um blog voltado para conhecimentos basicos do direito.

http://sinormativa.blogspot.com.br/

Anônimo disse...

Achei muito pouco mas legal