domingo, 21 de setembro de 2008

Não quero ser mais um

Temos acompanhado com muita tristeza a dor da família de Pedro Henrique Queiroz, recém-formado em Direito, que foi baleado na cabeça por um policial militar a serviço da SMT, no domingo, 07/09/08, no Jardim América (Goiânia). Pedro e sua mulher Pabline, estudante de nutrição, estavam retornando para casa, após um dia extremamente feliz para a família, pois pela manhã ocorrera o batizado do filho do casal, Davi, de 7 meses. O casal estava se dirigindo ao seu apartamento de carona com o amigo Marcos César de Oliveira, quando na esquina do prédio onde mora, um policial atirou na cabeça de Pedro, que teve morte cerebral no dia 11 de setembro.

A família e os amigos estão recolhendo assinaturas para que os acusados sejam levados a juri popular. O abaixo-assinado será encaminhado para o Procurador Geral de Justiça do Ministério Público do Estado de Goiás. No site www.naoquerosermaisum.com, você pode fazer o download e imprimir o abaixo-assinado. Recolha assinaturas entre sua família e seus amigos, entre em contato com familiares e amigos de Pedro (no site tem os telefones). Vamos colaborar de alguma forma para que os acusados sejam levados ao Tribunal do Juri por Homicidio Doloso.




* 21/12/1985
† 11/09/2008

Um comentário:

Laís Mandara disse...

olá adorei seu blog
quando der volta no meu (:
beijos!